fbpx

Como o comportamento nas redes sociais impacta no recrutamento e seleção?

Recrutamento Digital: tudo que você precisa saber em um só lugar!

Sabia que avaliar o comportamento nas redes sociais impacta, e muito, o processo de recrutamento e seleção de um candidato? Embora uma página na internet seja um espaço pessoal, é fundamental usá-lo com responsabilidade.

Um pequeno descuido ou postura incorreta pode fazer com que alguém perca muitas oportunidades. Contudo, o mesmo acontece se o perfil é inacessível, com informações escondidas e trancadas.

Diante desse cenário, o que uma empresa realmente deve considerar ao dar aquela “espiadinha” no histórico online dos candidatos? Confira a resposta para essas questões nesse artigo!

O recrutador pode avaliar se o candidato tem o perfil da vaga e da empresa pelas redes sociais

O comportamento nas redes sociais é considerado pelo recrutador para avaliar se um indivíduo tem ou não o perfil da vaga. Mais que isso, se ele tem características que são valorizadas pela empresa.

Como ele escreve, o que posta e seus interesses, de forma geral, dizem muito sobre suas habilidades e capacidades. Além disso, a checagem online também permite verificar a respeito de experiências profissionais similares ao cargo em aberto.

Essa é uma forma de abordar o candidato em casos de divulgação da vaga

Mesmo que um profissional não procure algo, as redes sociais são uma forma que a empresa tem de abordá-lo se houver interesse em seu trabalho. Por meio de conexões de possíveis candidatos, um perfil que antes não tenha sido cogitado pode ser interessante para uma vaga disponível.

Planilha de recrutamento

Dessa forma, a empresa consegue pensar melhor em como entrar em contato para divulgar a oportunidade. Outra questão importante é que, se a vaga for de interesse e tiver sido postada pelo recrutador em grupos ou na página da empresa, também será possível perceber como o candidato reagiu a ela: se compartilhou, se comentou, o que comentou e qual é o seu nível de interesse.

É possível fazer uma análise se aquele candidato se porta de forma ética quanto a empregos anteriores

O que alguém fala de outros empregos nas redes sociais também é considerado. Portanto, o recrutador deve chegar se o candidato costuma reclamar e disseminar informações a respeito de seu local de trabalho. A internet, sem dúvida alguma, não é o melhor lugar para demonstrar insatisfações ou fazer revelações indevidas.

Caso algo dessa natureza seja identificado em uma página, o recrutador poderá eliminar o responsável das possibilidades de contratação por considerar suas ações antiéticas. É claro, poderá pensar que ele fará exatamente o mesmo com a empresa se for contratado.

O comportamento nas redes sociais não deve ficar escondido a sete chaves

Muitas páginas na internet permitem que esconder dados para ter certa privacidade. Mas esconder por completo o comportamento nas redes sociais é algo que pode prejudicar o candidato na busca por um novo emprego.

Um perfil trancado não permite que o recrutador avalie suas qualidades ou confira seu histórico profissional. O que torna a análise do candidato em questão muito mais complicada e demorada.

Todos esses fatores confirmam como o comportamento nas redes sociais pode ser determinante no processo de recrutamento e seleção. Portanto, vale a pena se manter atento na procura por candidatos também na internet.

Conseguiu tirar suas dúvidas sobre esse tema? Então, compartilhe nosso artigo em suas redes sociais para que mais pessoas possam aprender com a leitura!

Guia completo para a otimização de processos de recrutamento

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa