fbpx
design thinking no rh

Design thinking no RH: saiba o que é e como aplicar!

Design thinking no RH não é apenas um processo, é uma maneira de pensar. É olhar para os problemas de uma forma diferente, imergir em outra realidade e buscar por soluções de maneira colaborativa. Assim, tanto empresa quanto profissionais são beneficiados.

Há uma série de benefícios ligados ao assunto. Por exemplo, o aumento da precisão nas soluções propostas, a maior felicidade dos profissionais e equipes, o maior envolvimento dos líderes e a construção de um ambiente de trabalho mais agradável.

Por isso, adiante, explicamos mais claramente como colocar o design thinking em prática e garantir a construção de soluções realmente úteis e criativas. Continue a leitura!

Saiba exatamente que problema quer solucionar

Primeiro, é interessante buscar compreender com clareza qual é o problema enfrentado a sua causa. Entenda o efeito gerado — por exemplo, a baixa produtividade — e descubra qual é o fator que dá origem a isso — por exemplo, a baixa motivação.

Na medida que você conhece bem o problema e a causa, pode concentrar seus esforços e garantir que o design thinking ganhe vida no RH. Além disso, pode orientar outros talentos e garantir que eles saibam exatamente o que você tenta solucionar.

Pratique a imersão profunda no problema a ser solucionado

Olhar para um problema é uma coisa, vivê-lo é outra. A imersão é um processo de vivência do problema, tendo por objetivo senti-lo na própria pele. Isso promove uma visão profunda do problema, bem como dos seus fatores geradores e preditores.

Planilha de recrutamento

Nesse caso, imagine que a equipe de help desk está desmotivada e você quer solucionar isso. Tire um dia inteiro para trabalhar com esses profissionais, sentir a pressão que eles sentem e enfrentar os mesmos “gargalos”. Desse modo, terá uma melhor noção do problema.

Idealize muitas soluções, trie e desenvolva as melhores

Outro ponto importante é a etapa de idealização. É o momento no qual você vai transforar sua imersão em ideias e, assim, gerar soluções reais para o problema. Nesse caso, o ideal é que você tenha muitas ideias e depois trie as melhores.

Para tanto, o melhor é criar uma pequena equipe de trabalho. Pode ser composta por profissionais que já vivenciam o problema no seu dia a dia e também desejam eliminá-lo. Inicie uma reunião para a geração de ideias, uma espécie de brainstorming.

Implemente as soluções que foram desenvolvidas

Note que, até aqui, você identificou um problema, imergiu nele e gerou certas ideias para solucioná-lo. Agora, é o momento ideal para partir para o ataque e implementar melhorias capazes de reduzir ou eliminar esse problema. A grosso modo, colocar a “mão na massa”.

Nesse caso, transforme as melhores ideias em soluções reais. Depois, implemente isso e monitore o progresso obtido. Peça para que seu time também fique de “olho”, no intuito de identificar pontos que podem ser ajustados ou soluções ainda mais proeminentes.

Veja, agora você está por dentro do assunto, sabe o que é design thinking no RH e como aplicá-lo. Lembre-se sempre das vantagens dessa ferramenta de RH, que são: o aumento da precisão nas soluções propostas, a maior satisfação dos profissionais e o envolvimento de outras partes interessadas na resolução do problema, entre outras coisas.

Gostou do nosso artigo? Então, aproveite para nos seguir nas redes sociais e ficar sempre por dentro das nossas novidades. Estamos no Facebook, Instagram e LinkedIn.

Guia completo para a otimização de processos de recrutamento

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa