fbpx
O que é Employee Value Proposition (EVP)? Entenda mais!

O que é Employee Value Proposition (EVP)? Entenda mais!

Atrair e reter os melhores talentos do mercado é um dos principais desafios do setor de Recursos Humanos das empresas e deve ser tratado de forma estratégica. Nesse sentido, as ações de EVP podem ajudar a reverter essa situação e ainda agregar valor à companhia. Esse conceito está alinhado com os objetivos relacionados à marca empregadora e é responsável por trazer importantes diferenciais competitivos para as organizações, como melhora do clima organizacional e aumento da produtividade.

Quer saber mais sobre EVP, seus benefícios e como implantar na sua empresa? Então, continue a leitura!

O que é Employee Value Proposition (EVP)?

Traduzido como “proposta de valor ao colaborador”, o Employee Value Proposition — ou simplesmente EVP — é um conceito que tem por objetivo atrair e manter os melhores profissionais na empresa, incentivando o máximo potencial de cada um deles. Para isso, essa proposta de valor deve ser relacionada a diversas ações do dia a dia dos profissionais e, além dos benefícios, envolve também o salário, o clima e a cultura organizacional.

Podem ser agregados ainda os planos de carreira e mais estímulos que possam somar para tornar a marca empregadora forte, elevando o desempenho do negócio. Logo, o correto gerenciamento de todos esses benefícios torna a companhia mais atraente para trabalhar.

O EVP é composto por um pacote de recompensas bastante volumoso, que pode ser entendido como iniciativas que as companhias investem para atrair talentos e engajar seus profissionais. Entre os principais benefícios oferecidos pelas empresas estão boa remuneração, clima organizacional positivo, treinamentos, entre outros, como veremos mais adiante.

O que pode constar no meu EVP?

Um EVP não é formado apenas de remuneração financeira, apesar dessa recompensa também ser importante. Contudo, existem outras ações que, se coordenadas, trazem grandes resultados para as companhias.

Veja a seguir!

Plano de carreira

Fazer parte de uma empresa que oferece um plano de carreira consistente é o desejo de todo profissional. Isso porque, ao saber quais são as oportunidades que a empresa oferece, fica muito mais fácil entender os caminhos que podem levar a um crescimento na profissão. Assim, as companhias que têm um plano de carreira conseguem engajar com mais facilidade os colaboradores nos objetivos da organização. Logo, um EVP consistente precisa considerar o plano de carreira como um de seus pilares.

Nesse cenário, as chances dos profissionais se desenvolverem dentro da corporação são bem maiores, além deles conquistarem estabilidade na carreira, o que é a motivação de grande parte dos profissionais. Diante disso, o plano de carreira também é uma importante ferramenta para diminuir o turnover, colaborando para a formação de uma equipe de alto desempenho.

Clima organizacional favorável

Uma gestão que cria um ambiente de trabalho saudável entre seus profissionais é capaz de influenciar de forma positiva os seus colaboradores. Isso porque nenhum profissional almeja atuar em um ambiente de trabalho negativo, onde prevalecem fofocas e intrigas, ou com uma liderança tirana. Assim, uma boa comunicação também tem papel preponderante na geração de um clima organizacional saudável, o que favorece para que os profissionais permaneçam mais tempo nas empresas.

Benefícios extras

Diversas companhias constroem seu EVP com base em benefícios extras e, de fato, eles fazem toda a diferença no mercado. Participação nos lucros, seguro de vida, plano de saúde e odontológico, alimentação na empresa, vale-cultura e até convênio com academias são algumas dessas recompensas consideradas diferenciais para atrair e reter talentos.

Remuneração satisfatória

Um estudo do Instituto Locomotiva, em parceria com o Grupo LTM, evidenciou que 56% dos brasileiros não estão satisfeitos em seus postos de trabalho, sendo que 96% desses profissionais consideram que recompensas financeiras são altamente relevantes para que eles sejam reconhecidos pelas atividades feitas. Entre os benefícios citadas pelos participantes da pesquisa estão bônus, a exemplo da participação nos lucros, o próprio salário, além de vale-presentes, viagens e outros benefícios.

Diante disso, fica evidente que uma remuneração satisfatória é um dos pilares do EVP, sendo completamente relacionado à satisfação dos colaboradores e aumentam as chances desses profissionais permanecerem na empresa por muito mais tempo. Logo, qualquer recompensa que possa ser adicionada tem um grande estímulo para sua equipe.

Treinamentos e capacitações

Oferecer esses benefícios para que os colaboradores possam crescer na profissão é fundamental para que eles tenham a sua autoestima elevada, usando para isso estratégias do método EVP. O investimento na formação dos colaboradores também é uma forma de valorizar os profissionais que fazem parte da corporação, além de estimulá-los a ter ambições maiores com relação à profissão.

Reconhecer as individualidades

Estar atento às particularidades de cada profissional é fundamental para ter um EVP de qualidade e que realmente funcione de forma prática. Isso porque, quando a companhia passa a oferecer benefícios que atentam às necessidades de cada profissional, ela conquista o comprometimento incondicional desses empregados. Assim, com colaboradores entrosados e satisfeitos, fica mais fácil para eles buscarem pelos objetivos organizacionais propostos, por se sentirem mais motivados.

Qual a importância do EVP?

Resumidamente, quando uma corporação investe nas práticas de EVP para seus colaboradores, ela aumenta as chances de retenção de talentos, contribuindo para o aumento da performance da organização e também com a redução de custos, já que contratar e treinar colaboradores representa um investimento significativo.

Outro fator importante a ser destacado é que a empresa torna-se um lugar onde as pessoas desejam trabalhar e, com isso, passam a atrair mais talentos, podendo escolher entre os melhores. Portanto, o motivo para investir em EVP está no fato de que a organização precisa apostar em iniciativas para manter uma equipe qualificada, o que tem impactos diretos na competitividade da empresa frente a seus mercados.

Como funciona o EVP?

O EVP é composto por cinco pilares que norteiam todas as estratégias da gestão desse conceito. Conheça-os a seguir!

Recompensas

Refere-se às questões envolvendo salário e reconhecimento. Aqui, vale lembrar, mais uma vez, que o salário não é o único requisito responsável pela satisfação dos empregados. Eles também precisam se perceber satisfeitos com as suas funções, além de reconhecer a cultura do feedback como importante para o crescimento deles.

Planilha de recrutamento

Oportunidades

Trata-se das possibilidades para o desenvolvimento dos empregados, ou seja, conceder chances para o crescimento dentro da corporação e também estabilidade organizacional e profissional, sendo esse um grande incentivador para manter os colaboradores motivados e também engajados.

Pessoas

Esse pilar diz respeito ao relacionamento entre colegas e com os líderes de equipe. É recorrente os casos nos quais os trabalhadores solicitam o desligamento da companhia motivados por razões decorrentes de conflitos com o líder ou de convivência ruim com os demais membros da equipe.

Portanto, faz parte das ações de EVP estabelecer estratégias para um bom clima organizacional, o que colabora para erradicar, ou diminuir de forma considerável, conflitos entre os colaboradores. Com isso, é possível assegurar relações mais saudáveis entre os profissionais, o que colabora para o aumento dos resultados.

Trabalho

Diz respeito às atividades desempenhadas pelos profissionais e o quão satisfeito eles se sentem em um ambiente corporativo. Fatores como reconhecimento, localização da empresa, inovação e equilíbrio entre trabalho e vida pessoal são capazes de afetar a percepção de como um profissional se sente na empresa e como isso se reflete em relação ao trabalho dele.

Organização

A organização como pilar do EVP diz respeito a questões como o alinhamento com relação aos valores dos colaboradores. Nesse sentido, é possível considerar a ética, o nível de responsabilidade social da corporação, o posicionamento de mercado, a existência de diversidade entre os profissionais que compõem a empresa e a cultura informal.

Nesse cenário, quando a companhia apresenta princípios éticos sólidos, os profissionais são capazes de se engajar mais no trabalho. Isso porque eles se sentem parte de algo capaz de contribuir com toda a sociedade e com o ambiente no qual eles vivem.

3 benefícios do EVP para a empresa

Empresas que se destacam no mercado, como Coca-Cola, Dell e BMW já colhem os frutos do EVP. Entretanto, não é preciso ser uma companhia gigante para usufrui-los. Separamos para você os principais benefícios envolvendo o EVP para a sua empresa. Acompanhe!

1. Aumento da produtividade e da motivação dos colaboradores

Um clima organizacional positivo pode ser considerado um grande benefício e é capaz de aumentar a motivação e o engajamento dos empregados. Desse modo, contribui também com a marca empregadora, o que favorece a atração de grandes profissionais, ou seja, aqueles com competências técnicas e comportamentais que fazem parte das expectativas da empresa e também do mercado de trabalho. Assim, é possível formar uma equipe de alto rendimento e, como consequência, mais engajada, capacitada e motivada, logo, temos o aumento da produtividade.

2. Melhora da marca empregadora

Uma empresa conhecida como um lugar ruim para se trabalhar tem diversos desafios, sendo o mais evidente a dificuldade de atrair os melhores talentos, dificultando os processos de recrutamento e seleção. Para contornar essa situação, os investimentos em EVP são essenciais, assim como divulgar as ações já implementadas na empresa para mudar a imagem da companhia no mercado de trabalho.

3. Redução do turnover

Como mencionado, quando a sua companhia tem um bom EVP, é capaz de atrair e manter os melhores colaboradores do mercado. Isso possibilita uma redução de custos com recrutamento, seleção e treinamento de pessoal, além de contribuir com a marca empregadora da corporação de forma positiva.

Como criar um EVP?

Você vai precisar dedicar tempo para fazer um planejamento. Algumas das questões que devem ser consideradas são:

Perfil do colaborador

O perfil de colaborador varia de acordo com o segmento do mercado e a área de atuação do profissional. Assim, no momento de desenvolver o seu EVP, é importante considerar o perfil dos seus empregados e o tipo de vantagem que será útil e atrativo para os profissionais com esse perfil.

Orçamento

Assim como acontece com a implantação de qualquer projeto na empresa, o EVP também necessita de um orçamento e de um planejamento financeiro. Nesse sentido, as ações feitas requerem investimentos, que podem ser feitos considerando a realidade da empresa e um planejamento consistente, a fim de se evitar questões futuras. Tenha em mente que um bom EVP não necessariamente envolve grandes gastos.

Divulgação

Um bom EVP ganha notoriedade com o famoso boca a boca dos colaboradores, ou seja, eles comunicam os benefícios da empresa para a sociedade, como familiares e círculos de amigos, o que ajuda a propagar as vantagens do negócio. No entanto, a empresa pode usar os seus canais de comunicação, como site, redes sociais e até mesmo a divulgação das vagas para divulgar as ações envolvendo o EVP.

Vivencie os valores

Para elevar o nível dos resultados do seu EVP, é importante vivenciar os valores da organização no trato com os funcionários no dia a dia. Ainda, é preciso alinhar bem os valores com o que é, de fato, praticado nas organizações. Isso porque, do contrário, caso o EVP e os valores sejam apenas algo presente no discurso da organização, isso poderá gerar uma grande frustração nas pessoas.

Com isso, pode-se ter o efeito contrário do resultado pretendido e a companhia passará a sentir os efeitos da falta de engajamento, culminando em baixa produtividade, aumento do índice de rotatividade, absenteísmo, entre outros. Portanto, é necessário acompanhar todas as ações planejadas, pois as pessoas não gostam de confiar em uma promessa e a mesma não ser cumprida.

É importante reforçar que o Employee Value Proposition deve ser reavaliado de forma periódica e é necessário que ele acompanhe o crescimento e o amadurecimento da empresa. Para tanto, é preciso adaptá-lo para acompanhar as exigências do mercado e o crescimento da corporação.

Como vimos ao longo desta leitura, o EVP é uma ferramenta poderosa para elevar os resultados do negócio, à medida que colabora para o fortalecimento da marca empregadora, aumenta a motivação, o engajamento e a produtividade, além de colaborar com o clima organizacional e a retenção de talentos.

O que você achou deste artigo? Caso tenha sido útil para você, assine a nossa newsletter para receber mais conteúdos como este!

Guia completo para a otimização de processos de recrutamento

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa