Categorias
Recrutamento e seleção

Gaps de competência: como identificar e solucionar na sua empresa?

Recrutamento Digital: tudo que você precisa saber em um só lugar!

O termo gaps de competência é usado para se referir à lacuna entre os conhecimentos, as habilidades e as atitudes que um profissional tem e que deveria ter. Ou seja, uma espécie de vão entre a competência real e a ideal. Ao identificar tais gaps, é possível tratá-los.

Na medida em que os gaps não são resolvidos, a empresa coloca sua performance em risco, assim como a qualidade da gestão de pessoas e equipes de trabalho. Isso gera vários outros efeitos negativos, como a deterioração da força de trabalho e a menor produtividade.

Nos tópicos seguintes, explicamos 4 dicas para identificar e selecionar gaps de competência na sua empresa. Portanto, continue atentamente com a sua leitura para saber mais!

Mapeie as competências necessárias para cada posição

Cada vaga de trabalho depende de um conjunto específico de competências, isto é, conhecimentos, habilidades e atitudes. Um vendedor, por exemplo, não precisa contar com as mesmas competências de um design gráfico, e ambos são diferentes de um contador.

Portanto, para cada posição dentro da empresa, realize um mapeamento das competências consideradas ideais. Boa comunicação, conhecimento de um segundo idioma e habilidade de negociação, entre outras coisas, são exemplos delas. Assim, terá um bom ponto de partida para identificar gaps.

Faça um comparativo entre as competências ideais e reais

Depois de ter clareza das competências ideais para cada posição, é hora de avaliar se seus ocupantes (os profissionais) realmente contam com tais características. Essa etapa depende de muita capacidade analítica, além de proximidade com os profissionais e as equipes.

Planilha de recrutamento

Observe atentamente cada profissional. Verifique se ele compartilha dos conhecimentos ideias, assim como das habilidades e atitudes desejadas. Se não, avalie qual é o tamanho da lacuna e se ela pode ser reduzida ou eliminada. Se não, repense a permanência do talento.

Forneça feedbacks aos seus profissionais

Por vezes, as lacunas são resultado de pontos cegos. Tratam-se de falhas que os talentos nem mesmo sabem que existem, mas estão ali e precisam ser tratadas. Nesse caso, o melhor “remédio” é o bom e velho feedback — ou seja, o retorno de informação ao profissional.

Tire alguns minutos para conversar com cada talento. Explique o processo de análise que foi feito e pontue os maiores gaps existentes. Diga claramente o que precisa ser melhorado, como e quando. Disponha-se, também, para ajudar ao longo do progresso.

Invista em programas de treinamento

Para superar os gaps, outro ponto importante é investir no treinamento dos profissionais. Crie um programa de treinamento capaz de suprir os maiores gaps existentes e fazer com que os talentos desenvolvam seus conhecimentos, habilidades e atitudes.

Em grande medida, o treinamento é papel do líder e do RH, em conjunto. Também é possível contratar empresas especializadas ou plataformas para treinamento EAD. O meio ideal de treinamento varia de acordo com o perfil da equipe e a demanda existente.

Agora você está por dentro do tema, sabe como identificar e tratar gaps de competência. O mais importante é pensar nisso desde a aquisição de talentos e contratar profissionais com competências bem-alinhadas ao cargo, à equipe e à empresa. Assim, seu trabalho fica mais ligado à manutenção do que ao desenvolvimento de competências, o que é mais fácil e rápido.

Gostou do nosso artigo? Aproveite, então, para nos seguir nas rede sociais e ficar sempre por dentro das nossas novidades. Estamos no LinkedIn, Facebook e Instagram!

Guia completo para a otimização de processos de recrutamento

Deixe uma resposta