fbpx
tipos de conteúdo

Melhores tipos de conteúdo para incluir na sua estratégia de prospecção de talentos

Recrutamento Digital: tudo que você precisa saber em um só lugar!

O Marketing de Conteúdo já é uma estratégia consagrada como uma das mais eficientes para atrair e educar leads, possibilitando sua conversão em clientes. Isso acontece, é claro, por meio da produção de conteúdos relevantes e adequados ao público-alvo, possibilitando a construção de uma relação de confiança entre marca e consumidor.

O que algumas companhias ainda não sabem é que esse mesmo tipo de abordagem pode ser aplicado fora do departamento de publicidade. A produção de conteúdo para prospecção de talentos é uma prática que vem apresentando bons resultados nos processos de seleção e recrutamento realizados por empresas em todos os setores.

A ideia é, a partir do oferecimento de materiais de valor, atrair a atenção de profissionais que se encaixem na cultura da empresa e nos cargos disponíveis. Com isso, os recrutadores vão lidar com candidatos que passaram por uma espécie de filtro e já têm certo conhecimento sobre a companhia, o que torna o processo muito mais eficiente.

Para colocar essa estratégia em prática, você precisa produzir materiais variados e direcionados ao seu candidato ideal. Neste post, vamos falar sobre os principais tipos de conteúdo que você pode empregar nessa abordagem.

Blog posts

Os blog posts constituem a espinha dorsal de toda estratégia de conteúdo no Marketing Digital. Quando falamos em prospecção de talentos, não é diferente. Esse tipo de material é especialmente valioso porque ajuda você a ampliar o alcance da sua mensagem.

Se você criar um blog, pode aplicar técnicas de SEO para alavancar o posicionamento das suas páginas nas SERPs. Isto é, você deve seguir boas práticas especificadas pelo algoritmo dos buscadores para tornar seus posts relevantes, colocando-os entre os primeiros resultados nas buscas realizadas por usuários.

Por exemplo, vamos dizer que a sua persona, ou seja, o seu candidato ideal, seja um técnico de informação que busca se desenvolver na carreira. Com isso, você produz posts relacionados à profissão, utilizando, digamos, a palavra-chave “capacitação em TI”.

Se o trabalho de SEO for bem-sucedido, as buscas relacionadas a essa palavra-chave vão indicar o seu post, levando a pessoa a ter o primeiro contato com a sua companhia. 

Se o conteúdo for qualificado e autêntico, é bem provável que o usuário retorne com frequência, iniciando uma relação que pode colocar sua marca em posição de autoridade.

Esse respeito mútuo e a sensação de que está lidando com uma companhia que é, de fato, interessada em seu desenvolvimento profissional vai tornar o candidato mais interessado em fazer parte da equipe, caso exista essa possibilidade.

Fora isso, um blog bem-sucedido, seja do assunto que for, gera autoridade digital para a empresa. Assim, sua marca passa a ter mais relevância no mercado, fazendo com que seja mais apreciada em fóruns profissionais e outros espaços de discussão que reúnem talentos.

Infográficos

O infográfico é um tipo de conteúdo indispensável se você quiser apresentar dados mais complexos à audiência. Como o nome já indica, o material utiliza recursos gráficos para transmitir informações, misturando, por exemplo, imagens e textos.

Extremamente versáteis, os infográficos podem ser incluídos em seus blogs, enviados por email ou até fragmentados em posts de redes sociais. Graças ao aspecto visual, eles são mais atrativos para a audiência, que tem maior facilidade para absorver informações respaldadas por gráficos, diagramas e outros desses recursos.

Por conta desse enorme potencial educativo, esse tipo de conteúdo é excelente, por exemplo, para explicar as dinâmicas internas da empresa, além da sua cultura organizacional e até sua história. Dessa forma, você cria um ambiente mais amigável para o candidato, que passa a contar com um entendimento mais amplo sobre a companhia.

Para ilustrar, observe uma parte do infográfico interativo criado pela BBC para mostrar ao usuário quais as chances de seu trabalho ser realizado por robôs. Veja como o uso de texto, cores, ícones e a própria interatividade tornam a experiência mais agradável.

tipos de conteúdo

Vídeos

A criação de vídeos é uma prática que já faz parte do cotidiano de quem trabalha com a produção de conteúdo. Um estudo realizado pela BreadAndBeyond indicou que 81% dos negócios já utilizam conteúdos audiovisuais em suas estratégias.

A mesma pesquisa traz alguns dados que deixam claro o motivo de tal sucesso: o usuário de internet consome cada vez mais vídeos. Confira alguns insights que chamam a atenção:

  • A audiência retém, em média, 95% das informações passadas por vídeo;
  • O consumo de vídeos em tablets e smartphones tem crescimento médio de 100% ao ano;
  • Até 2022, é previsto que 82% do tráfego de toda a internet venha de vídeos.

Além de serem extremamente relevantes perante a audiência moderna, os vídeos também são versáteis. Uma campanha focada na produção desse formato de conteúdo pode utilizar diversos canais, como as redes sociais e o próprio website. 

Planilha de recrutamento

Nesse último, você pode inserir um vídeo institucional para passar uma imagem mais ampla e precisa sobre a sua companhia. Além de impressionar possíveis talentos, isso vai ajudar na relação com o cliente.

A criação de um canal no Youtube também é uma excelente ideia. Lá, você pode produzir vídeos corporativos que podem até assumir uma linha mais informal, dependendo, é claro, das características da sua companhia. Uma ideia é utilizar a plataforma para oferecer experiências educativas valiosas aos visitantes.

A Rock Content, por exemplo, conta com um canal no YouTube com mais de 120 mil inscritos, em que são oferecidas aulas semanais de Marketing Digital, entre outros conteúdos. Percebe como isso pode iniciar uma relação positiva com profissionais e facilitar o processo de prospecção?

Webinars

Embora possam se encaixar na categoria de vídeos, os webinars são conteúdos completamente diferentes. Como o nome indica, são seminários realizados via web, o que exige abordagens mais avançadas e específicas sobre o tema em questão. A ideia é educar a audiência a partir de uma experiência ao vivo, o que facilita o aprendizado.

Antes de produzir um webinar, você precisa contar com uma estratégia de conteúdo já consolidada. Isso porque se trata de um material que requer certo nível de autoridade digital.

Se você já conta com um canal no YouTube com um público fiel, pode investir na produção desse formato para se aprofundar em um tema já abordado em um vídeo menor, por exemplo. O melhor de tudo é que a live fica salva no canal, podendo ser assistida a qualquer momento.

Posts em redes sociais

As redes sociais representam canais indispensáveis para a comunicação digital. Divididas em plataformas com características completamente diferentes, elas agregam todo tipo de público, incluindo, certamente, aquele que você quer atingir.

Posts em redes sociais são altamente engajados e facilmente compartilháveis. Dessa forma, além de atrair a atenção dos seus seguidores, você possibilita o aumento do seu alcance orgânico e a consequente valorização da reputação da marca.

Os posts em redes sociais, quando encaixados em uma estratégia de prospecção de talentos, devem abordar temas que eduquem os leitores sobre sua empresa, indústria e tópicos de desenvolvimento profissional, como liderança e produtividade. Certifique-se de variar o formato dos posts, misturando textos, imagens, vídeos etc.

Nessa abordagem, é importante ter em mente as peculiaridades das redes sociais. Embora o LinkedIn seja a referência quando falamos em networking, é importante manter suas outras redes em movimento para não desperdiçar o grande potencial de alcance que você tem à disposição.

Podcasts

Por fim, temos os podcasts, conteúdos que vêm sendo cada vez mais explorados no Brasil. De acordo com um estudo realizado pelo Ibope, 40% dos usuários de internet brasileiros já consumiram esse formato.

Por conta de serem completamente constituídos por áudio, os podcasts dão aos ouvintes a possibilidade de consumir o conteúdo em qualquer lugar, mesmo enquanto realizam outras tarefas. 

Além disso, os usuários encontram facilidade em consumir esse formato a partir dos seus dispositivos móveis. Isso o torna um encaixe perfeito para a dinâmica cada vez mais acelerada da sociedade.

A criação de um podcast para a sua empresa é uma forma de dar uma voz para sua marca, tornando-a mais humanizada. Isso torna mais provável que a audiência se identifique com sua mensagem.

Os “programas” podem incluir dicas de carreira, falar sobre os bastidores da sua empresa ou, simplesmente, debater temas relevantes no mercado. 

Uma ideia interessante é convidar seus colaboradores para participar do projeto, mantendo-os engajados e reforçando a ideia de que a sua empresa é um bom lugar para trabalhar e se desenvolver profissionalmente.

A criação de conteúdo para prospecção de talentos é uma oportunidade de otimizar seus processos de recrutamento e seleção. Além de usar os formatos e canais adequados, uma das práticas essenciais dessa abordagem é a mensuração e o acompanhamento de resultados, de modo a mantê-la em constante aprimoramento.

Sabe como tornar seus conteúdos ainda mais eficientes? Adicionando interatividade. Continue aprendendo e confira este guia para a criação de uma estratégia focada em conteúdos interativos!

Guia completo para a otimização de processos de recrutamento

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa