fbpx
recrutamento externo

Recrutamento externo: como funciona, suas vantagens e mais

Recrutamento Digital: tudo que você precisa saber em um só lugar!

Seja qual for o porte da empresa, uma coisa é fato: contratar novos profissionais é sempre um grande desafio. E os gestores de RH têm um papel importantíssimo, que é o de atrair os melhores talentos. O processo, conhecido como recrutamento externo, é uma excelente ferramenta para ocupar vagas com eficiência.

Mas existem profissionais que questionam esse método de seleção. Afinal, será que ele consegue realmente oferecer resultados satisfatórios? Qual é o melhor momento para implantar essa estratégia na organização? 

Se você também já fez perguntas assim, saiba que chegou ao lugar certo. Neste post, respondemos às principais questões sobre o tema e damos dicas práticas para os times de RH fortalecerem esse trabalho nas empresas.

O que é recrutamento externo?

O primeiro passo é entender o que é um recrutamento externo. Bem, estamos falando de uma modalidade de busca por candidatos qualificados a uma determinada vaga. O procedimento ocorre externamente, ou seja, os profissionais são pesquisados no mercado de trabalho, e não no quadro de funcionários da empresa. 

Já para realizá-lo, é necessário elaborar com precisão quais são as principais necessidades da ocupação em aberto e, em paralelo, traçar o tipo de perfil mais adequado para suprir a demanda. 

Após o levantamento de dados, vem o momento de divulgar a oportunidade em diferentes canais. Atualmente, muitos gestores de RH realizam essa etapa com a ajuda das redes sociais ou, então, em sites especializados em busca de emprego. 

Recrutamento: externo x interno

Para evitar a confusão entre as modalidades, vamos direto ao ponto: a modalidade “externa” é aquela que realiza a busca de profissionais capacitados no mercado de trabalho. Enquanto isso, a interna é responsável por procurar um talento dentro da própria organização, ou seja, entre os colaboradores que já foram contratados e executam outras funções. 

Diante disso, o recrutamento externo utiliza técnicas próprias ao longo de todo o processo seletivo — desde a forma de anunciar a vaga até a seleção do candidato. Inclusive, ainda nas etapas iniciais do procedimento, o setor solicitante da contratação também precisa deixar bem claro qual é o candidato ideal. Desse modo, será possível realizar uma seleção eficiente e capaz de gerar bons resultados no futuro.

Planilha de recrutamento

“E o recrutamento interno?”, você deve estar se perguntando. Nesse caso, podemos afirmar que essa modalidade tende a ser mais rápida e barata do que a externa. Entretanto, há menores chances de levar inovação para a companhia e de promover um maior relacionamento com o mercado de trabalho atual.

Então, a dica para acertar é analisar o momento atual e as demandas da empresa.

Quais as vantagens do recrutamento externo?

Não é à toa que o recrutamento externo é uma das modalidades mais utilizadas na busca por um bom profissional. A empresa pode desfrutar de várias vantagens ao investir nessa ideia. Algumas delas são:

  • ampla variedade de candidatos a analisar;
  • criação de um bom banco de talentos para contratações futuras;
  • aquisição de profissionais com novas ideias e diferentes formações para a empresa, promovendo mudanças significativas; 
  • crescimento da vantagem competitiva na organização; 
  • promoção da diversidade entre os colaboradores.

Como funciona o recrutamento externo?

Existem diversos canais que podem ser utilizados para que a equipe de RH realize o recrutamento externo. A seguir, listamos os principais: 

  • parceria com empresas de recrutamento digital
  • anúncio da vaga em revistas, jornais ou sites de recrutamento; 
  • indicações de profissionais qualificados na área; 
  • anúncio em universidades ou cursos específicos; 
  • auxílio de headhunters e de uma consultoria de RH
  • uso do banco de talentos da própria empresa; 
  • feiras de emprego. 

Logo ao identificar os possíveis candidatos para a vaga, o profissional de RH deverá direcionar os concorrentes aos testes de recrutamento e às outras etapas do processo:

  • o contato inicial via e-mail ou telefone;
  • a entrevista presencial ou virtual com o RH;
  • as dinâmicas em grupo ou estudos de caso;
  • a entrevista com o responsável pela contratação;
  • a assinatura da contratação.

Você viu aqui os principais pontos do recrutamento externo, um método eficiente e próprio para fornecer uma série de melhorias à organização

Antes de se decidir pela modalidade de seleção de candidatos ideal, lembre-se de analisar bem as necessidades da vaga e da própria corporação. Esse é um cuidado que fará toda a diferença nos resultados. 

E para continuar se aprofundando no assunto e fazer as melhores escolhas em recrutamento e seleção, veja o nosso guia completo de consultoria de RH!

Guia completo para a otimização de processos de recrutamento

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa