fbpx

Seleção e recrutamento digital: saiba tudo que mudou no processo

Recrutamento Digital: tudo que você precisa saber em um só lugar!

O processo de recrutamento e seleção (R&S) é essencial aos negócios, pois é por meio dele que profissionais talentosos podem fazer parte do quadro de trabalho e compor equipes de alta performance. Contudo, hoje, ele tem uma versão 2.0: a seleção e recrutamento digital.

Pense no R&S digital como no uso estratégico de ferramentas digitais, como softwares, Inteligência Artificial e plataformas na nuvem, que possibilitam uma contratação mais rápida, acertada e menos onerosa — gerando, então, várias vantagens.

Nos tópicos seguintes, explicamos o que mudou no processo e como aproveitar a seleção e recrutamento digital em favor do seu empreendimento. Portanto, continue sua leitura!

De ponta a ponta: é possível fazer tudo digital

Há algum tempo já é possível usar uma ou outra ferramenta digital para facilitar o R&S. Todavia, atualmente, o RH pode fazer toda a contratação de talentos de maneira digital e ter resultados significativamente superiores.

Pode-se, por exemplo, fazer a chamada inicial dos candidatos pelas redes sociais, triar os principais currículos com softwares dotados de inteligência, agendar entrevistas online e enviar feedbacks com plataformas autônomas. Ou seja: digital, de ponta a ponta.

Business data-drive: uma seleção dirigida por dados

Outra grande mudança foi em termos de business data-drive. O processo de R&S passou a ser mais dirigido por dados, isto é, pela análise de informações dos processos anteriores, no intuito de obter novos insights, identificar gargalos e promover melhorias contínuas.

Planilha de recrutamento

Nesse contexto data-drive, as ferramentas digitais ajudam a coletar, estruturar e analisar grandes volumes de dados, transformando-os em indicadores de desempenho, planilhas e gráficos. Desse modo, o RH passa a ter mais informações para tomar as decisões certas.

Informações “soft“: a análise de critérios comportamentais

Por muito tempo, um dos principais desafios no uso de ferramentas digitais foi o uso de informações “soft“, isto é, dados mais brandos dos funcionários e difíceis de averiguar por meio de softwares — é o caso de aspectos comportamentais, como ânimo e integridade.

Essa barreira também já foi ultrapassada. Modernos softwares de análise facilitam a codificação do perfil comportamental dos candidatos, gerando um relatório com informações “soft” e dados únicos. Assim, é possível contratar com acerto.

Employee experience: softwares para melhorar a experiência

O termo employee experience é usado para se referir à busca de um ambiente mais adequado aos empregados, no intuito de promover experiências. A experiência do empregado deve ser pensado desde os primeiros contatos do profissional com a empresa, isto é, ainda no R&S.

Como é de se esperar, a tecnologia melhora toda a experiência dos próprios profissionais. Ela ajuda a delimitar o processo de contratação, acelerar as etapas-chave do R&S e manter os talentos mais bem informados. Assim, no fim das contas, todos são beneficiados.

Veja, muita coisa mudou na seleção e recrutamento digital. Hoje, é possível fazer quase tudo por meio de plataformas e softwares, o que ajuda na coleta e uso de dados, bem como na análise de informações soft e construção de uma ótima experiência aos talentos. Esses grandes resultados, no entanto, dependem do suporte de uma consultoria especializada.

Gostou do nosso artigo? Aproveite para entrar em contato conosco, tirar as dúvidas que ficaram e conhecer um pouco das nossas soluções. Vamos lá!

Guia completo para a otimização de processos de recrutamento

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

4 Comentários

Fale o que você pensa