fbpx

Testes para Recrutamento e Seleção: Conheça e entenda os principais tipos

Recrutamento Digital: tudo que você precisa saber em um só lugar!

Gestores de RH têm um objetivo em comum: contratar talentos. Para atingir esse alvo, muitos investem em tecnologias, metodologias, além de pensarem em outras estratégias que melhorem o processo seletivo. Contudo, como encontrar a solução ideal? Bem, o “caminho das pedras” é a adoção de ferramentas eficazes, como os testes para recrutamento e seleção.

De acordo com o livro “Planejamento, Recrutamento e Seleção de Pessoal”, do escritor Benedito Rodrigues Pontes, para atrair e manter talentos na organização, é necessário identificar a pessoa certa para o cargo certo. Isso é um grande desafio.

Neste artigo, mostraremos os principiais testes para recrutamento e seleção, as suas vantagens e como aplicá-los na empresa. Acompanhe os próximos tópicos.

Questionário de avaliação tipológica (QUATI)

Esse teste foi desenvolvido pelo famoso psiquiatra suíço Carl Jung. O objetivo desse teste é definir estilos comportamentais e cognitivos em cada indivíduo. Por outro lado, é possível também classificar semelhanças e diferenças em grupos.

No contexto empresarial, o QUATI ajuda os recrutadores a identificarem aptidão, interesse e afinidade do avaliado em relação aos objetivos da empresa. Com base em 16 tipos psicológicos, o teste revela as competências de modo que o recrutador entenda a compatibilidade do candidato com a função da vaga.

Para ajudar a “visualizar”, na prática, a atuação do avaliado, o QUATI tem 6 cenários com 15 pares de afirmações que apresentam situações do dia a dia. Mediante as escolhas do candidato, o recrutador entende o seu perfil comportamental. Sendo assim, esse teste auxilia na formação de equipes de alto rendimento e na contratação de profissionais alinhados com a essência do negócio.

Atenção concentrada (AC)

Esse é outro teste muito utilizado. Com ele, o recrutador avalia a capacidade do candidato de manter a concentração diante de pressões e outros estímulos externos. Funciona assim: o avaliado recebe uma folha com formas geométricas de tamanhos e tipos diferentes. Então, é solicitado que marque, dentro das formas, as linhas que estão na folha.

Entre os benefícios do AC podemos citar a previsibilidade de uma contratação. Uma vez que as respostas dadas pelo teste auxiliam no entendimento do perfil comportamental do candidato. Dessa forma, sabe-se se está alinhado ou não com a cultura interna da empresa.

Planilha de recrutamento

Caso a resposta seja negativa, evita-se grandes prejuízos vindos de uma má admissão, como falta de entrosamento com a equipe, ausência de comprometimento com as tarefas, pouco engajamento com as estratégias da organização e escassa produtividade.

Quociente de inteligência (QI)

Podemos dizer que esse teste é um dos mais famosos e utilizados nos processos de recrutamento e seleção. A razão disso se deve à possibilidade de mensurar a inteligência e a capacidade de raciocínio dos candidatos.

Contudo, como o QI é aplicado? Por meio de provas que exigem a solução de cálculos ou de problemas hipotéticos. Dessa forma, fica clara a facilidade ou não do avaliado em buscar a lógica nas situações do cotidiano, raciocinar rapidamente para propor soluções inteligentes e estratégicas.

Wartegg

Para conhecer a personalidade de um indivíduo, o teste Wartegg é o mais indicado. Afinal, ele revela detalhes como: autoestima, afetividade, sensibilidade, empatia etc. Durante essa avaliação, é solicitado que sejam completados os desenhos inseridos em 1 retângulo dividido em 8 quadrados.

Após isso, o candidato anota a sequência dos desenhos, escreve o que eles significam e responde a 4 perguntas sobre algumas preferências e rejeições. Mediante o resultado, o recrutador percebe se o avaliado tem o perfil para integrar uma determinada equipe ou exercer uma função interna.

Os testes de recrutamento e seleção são verdadeiros aliados dos recrutadores. Por isso, é essencial fazer uso deles. Entretanto, antes de escolher um, é preciso entender qual deles se encaixa com o objetivo da seleção e com o perfil do candidato. É importante lembrar também que os testes mencionados devem ser aplicados por psicólogos.

Uma vez que, eles têm o conhecimento acadêmico necessário para empregar as técnicas apresentadas, bem como avaliar com perícia os candidatos e os resultados alcançados. Feito isso, é enorme a possibilidade de uma boa contratação.

O que achou de nosso artigo? Entendeu como os testes de recrutamento e seleção ajudam a identificar talentos? Aproveite para aprender também sobre fit cultural.

Guia completo para a otimização de processos de recrutamento

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa